segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

CHORO


Hoje mãe, o céu chorou a sua ausência.
Foram tantas as lágrimas que até parecia 
que o mundo iria transbordar
Transbordar e depois bordar
um caminho novo só de lembranças
lembranças boas e esperanças
de que o coração se acalme
se aquiete,  serene
e   chame
para as boas aventuranças



2 comentários:

Eduardo Miguel Pardo disse...

Emocionante, muito!!!
Beijos em seu coração e de sua família!

Anônimo disse...

Esse é triste e ao mesmo tempo consolador!! Mãe que perdeu filhos ou filho que perdão mãe!!!Bem profundo!